domingo, 25 de agosto de 2013

IAC (Introdução Alimentar Capivarística)

Quando temos a oportunidade de expandir um pouquinho a consciência, logo na sequência a percepção anti-CAPETAlista nos mostra clara-mente que "Lugar de médico é na cozinha"  (((Mãos na massa = alquimia)))

minha inspiração companheira como sempre coladinha em mim

Ingrediente principal: o AMOR que não se encontra em NENHUM enlatado.


Na introdução alimentar COMPLEMENTAR AO LEITE MATERNO, iniciada aos 6 meses por aqui, o almoço da minha capivarinha começou sendo assim: pra ela conhecer de cada alimento o seu sabor - eram deliciosamente cozidos somente à vapor
Dar as frutas sem amassar ou bater "no mixer" ajuda a conservar as fibras e outros nutrientes. Por aqui não houve mordedor da Fisher Price que fosse melhor do que esse e nunca foi necessário "adoçar" nem misturar nenhum ingrediente industrializado para melhor aceitação. O que os médicos andam fazendo é encaixar todos os seres num só padrão, se liga cabeção! AlimentAÇÃO X linha de produção.

NESTLÉ, MEU LEITE CONTINUA (SEM COMPARAÇÕES) MELHOR DO QUE VOCÊ.

sábado, 17 de agosto de 2013

Muito Além do Peso

Eu que sempre fui cética com esse lance de Salvação, desconfio agora que ela tá chegando meus irmãos...

Tá vindo sorrateira através de documentários como esse, que ao contrário das mídias CAPETAlistas, não tem nenhum sensacionalismo nem encenação - é tudo real! Tenho certeza que assim como eu, vocês verão seus pais, suas criações, suas ignorâncias, suas inocências, suas vulnerabilidades, suas doenças em pelo menos uma das cenas que esse filme transmite de forma tão clara que até dói os olhos e a barriga de tanta verdade!


Obesidade, a maior epidemia infantil da história.

"Um filme obrigatório para qualquer pessoa que se importe com a saúde das nossas crianças" Jamie Oliver

Pela primeira vez na história da raça humana, crianças apresentam sintomas de doenças de adultos. Problemas de coração, respiração, depressão e diabetes tipo 2.
Todos têm em sua base a obesidade.
O documentário discute por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem a indústria, o governo, os pais, as escolas e a publicidade. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

CRÉDITOS: (CREDITS)

Jamie Oliver, Amit Goswami, Frei Betto, Ann Cooper, William Dietz, Walmir Coutinho, entre outros.

Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti
Direção de Produção: Juliana Borges
Fotografia: Renata Ursaia
Montagem: Jordana Berg
Projeto Gráfico: Birdo
Trilha Sonora: Luiz Macedo
Produção: Maria Farinha Filmes
Patrocínio: Instituto Alana

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

O RENASCIMENTO DO PARTO


O filme é um tapa bem dado na cara dessa sociedade CAPETAlista ilusória, que quer de todas as formas nos violentar e nos fazer mulheres esquecidas de nossos poderes sagrados, naturais/vitais. Ainda está nos cinemas e eu recomendo à todas as pessoas (não só gestantes e mães) que buscam afinar a consciência!

E atualmente eu continuo não conseguindo pensar em perguntas mais importantes do que estas:


"Qual o futuro da humanidade nascida por cirurgia desneCESÁRIA ou pelo uso de ocitocina sintética?"

"O que vai ser do nosso sistema de produção dos hormônios do amor se eles deixam de ser utilizados?"

"Nós combinamos com o bebê que ele vai nascer sexta-feira quatro da tarde? E se combinamos, ele respondeu pra gente que ele tem condição de nascer?"

"A cesariana é uma cirurgia maravilhosa que salva vidas todos os dias, mas ela não é pra ser feita em todas as pacientes de uma maneira desnecessária fora do trabalho de parto."


Foto tirada na sessão do filme RENASCIMENTO DO PARTO
no CineMaterna dia 10-08.
Não

precisa ser

 inteli-

gente 

pra

responder à

 tudo isso

 de maneira

 coerente à

 natureza

 Real dos

 fatos.E a

 palavra-

chave para a

 tomada de

 atitudes

mais sábias

é

CONSCIÊNCIA!

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

As aparências não enganam, não?

Do início ao fim de cada dia me surpreendo bastante com essa experiência de ser mãe. E o que descobri quase agora, foi que ando inventando moda sem nem perceber!

Fui no mercado comprar café, só depois de um tempo que olhei para o meu pé...

só depois de observar as pessoas olhando bastante pros meus pés, foi que me toquei como foi que saí de casa - moderno né?