segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Manifesto de sobrevivência anti-escravagista - 2012 a.C.


Queridos empregadores/chefes/patrões/quem paga meu salário em troca de minhas prestações de serviços,


Informo que lamento a incompreensão pela obviedade da minha escolha, mas não há cara feia, pressão psicológica, stress ou dinheiro capaz de colocar o trabalho a frente da importância sagrada da minha gestação/minha saúde e do meu bebê.
Se a peça aqui deu defeito, anda atrapalhando a engrenagem e pela atual circunstância não há como consertá-la, infelizmente não cabe a mim substitui-la nem forçá-la contra sua natureza.

Atenciosamente,
mamãe Capivara MarGinal - Resisto, logo existo. [16:24]



25 semanas de Gistação à espera de um Milagre.

Filha, hoje eu respiro por você...

e sei que me acompanhas em todas as alterações de humor, estados de espírito, vibrações e concentrações nos bamboleios GIpolares da Capivara MarGinal nos dias de luta nesse mundo moderno cheio de preço e de valores decadentes. Desculpa a mamãe por levar tanta coisa chata a sério e transmitir pra você, viu?

Porém, e principalmente o que me faz resistir com fé e força as adversidades são todas as coisas boas que percebo, capto, aprendo, sinto, guardo e levo com muita gratidão o que meu coração cativa conectado ao seu.
Você já sabe o quanto amor, ternura, verdade e calor baiano tem aqui a sua espera, né neném? 


Nós em nós - irmã de alma, titia Liu!

Nenhum comentário :